Blog

Mais de 50 bailarinos encenam Dom Quixote neste final de semana, em Curitiba

Espetáculo da Curitiba Cia. De Dança conta com Ana Botafogo como ensaiadora e com solistas do Rio de Janeiro

Nos dias 14 e 16 de maio a Curitiba Cia de Dança apresenta a sua montagem do balé Dom Quixote, espetáculo alusivo aos 330 anos da capital paranaense. Com Ana Botafogo como coordenadora de cena e ensaiadora convidada, o balé tem direção de Nicole Vanoni.

Coreografado originalmente em 1869 por Marius Petipá e Alexander Gorsky com música de Ludwig Minkus, no Teatro Bolshoi pelo Ballet Imperial, o conto de heroísmo, romance e ilusão da literatura de Miguel de Cervantes traz traços hispânicos, cavaleiros e senhoritas animados para contar a saga de Dom Quixote em busca de sua Dulcineia, a mulher que viu em sonhos, acompanhado de seu fiel escudeiro Sancho Pança.

Ao contrário do último balé encenado pela Curitiba Cia. De Dança (O Quebra Nozes), na programação de Natal da cidade, desta vez em cena só haverá balé clássico. “Esta montagem tem todos os recursos técnicos de hoje para contar a história de Dom Quixote, tanto as músicas como a história”, adianta Nicole Vanoni, diretora geral e artística da Cia. O público pode esperar projeções mapeadas em 3D e um cenário com cortinas imensas plotadas de castelo e muito mais. 

 São 55 bailarinos em cena, contando com os convidados, bailarinos de cena, solistas e os profissionais contratados da Curitiba Cia. De Dança, além da equipe técnica. Todo esse elenco dança um espetáculo de uma hora e meia. “Conseguimos fazer uma grande redução dos balés de repertório, como o Dom Quixote, que normalmente tem 2 horas ou dias horas e meia. O nosso tem 1,5 horas”, conta Nicole.

Produção terá apenas duas apresentações neste final de semana. Foto: Carol Lancelotti

 Além das duas apresentações para o público, a Curitiba Cia. De Dança também fará duas apresentações fechadas para escolas do município.

Serviço:

Curitiba Cia de Dança apresenta “Dom Quixote nos 330 Anos de Curitiba

Datas e horários:

14/05 – 20h00

16/05 – 20h00

Auditório Bento Munhoz da Rocha Netto- Teatro Guaíra
Ingressos a R$ 50 e R$ 25 (meia-entrada) – à venda pelo Ticket Fácil ou na bilheteria do Teatro

*MEIAS ENTRADAS: Ingressos Meia Entrada é necessário apresentar documento que comprove o direito ao benefício na entrada do evento.

Informações: (41) 3304-7900

Ficha técnica:

Direção Geral e Artística- Nicole Vanoni

Coordenação de cena e ensinadora convidada – Ana Botafogo

Assistente de Direção – Hamilton Felix

Remontagem e Ensaio – Claudio Fontan, Hamilton Felix, Nathalia Tedeschi e Viviane Ceconello.

Professores – Cíntia Napoli, Claudio Fontan, Nathalia Tedeschi e Viviane Ceconello.

Fisioterapeutas – Marcela Pinho e Taline Algauer

Produção – Augusto Ribeiro, Emirena Telles

Bailarinos convidados – Solistas do Theatro Municipal do Rio de Janeiro

Cícero Gomes (Basílio)

Márcia Jaqueline (Kitri)

Curitiba Cia de Dança

A Curitiba Cia de Dança foi criada em 2013 por Nicole Vanoni baseada na ideia de experimentação, pesquisa e criação em dança contemporânea, além da busca pela diversidade de experiências com coreógrafos diferentes. A primeira obra coreografia da Cia, “A Lenda das Cataratas”, com concepção geral de Nicole Vanoni e coreografia de Rafael Zago, surgiu em 2014 e participou de festivais no Brasil e no exterior. A segunda coreografia, denominada “Quando se Calam os Anjos” tem coreografia de Airton Rodrigues e transporta para o palco questões cênicas e dramatúrgicas que realçam um universo pós-moderno virtual onde vários encontros são marcados pelo descaso do outro ou até mesmo pela falência do ser humano. Realizando mais de 100 apresentações pelo país, “Quando se Calam os Anjos” é o espetáculo de maior êxito da Curitiba Cia de Dança, sendo agraciado por público e crítica.


Em 2017, a apresentação “Memória de Brinquedo”, uma vitoriosa parceria entre a Cia e o renomado coreógrafo brasileiro Luiz Fernando Bongiovanni, surgiu para retratar as preocupações e provocar o espectador em relação ao mundo moderno e tecnológico. No segundo semestre de 2018, o grupo estreou o espetáculo “Cirandas”, da coreógrafa Simone Camargo, baseado nas cirandas e cirandinhas de Villa-Lobos. Esse espetáculo é uma criação conjunta da Curitiba Cia de Dança e da Orquestra de Câmara do Oeste do Paraná. Finalizando o ano, a Curitiba Cia de Dança junto a AADC (Amigos e Apoiadores da Dança de Curitiba) estreiam o espetáculo “Relações”, do coreógrafo Carlos Laerte. Como o próprio nome diz, o espetáculo percorre pelas relações contemporâneas, sejam elas fraternas, amorosas ou destrutivas. No primeiro semestre de 2019, a Companhia circulou por 12 cidades do Paraná com o espetáculo “Lenda das Cataratas”, além de integrar a grade da programação do SESI Viagem Teatral 2019 SP e de participar como Companhia convidada no Festival de Dança de Londrina e na Bienal de Dança do Ceará.


Em 2019  a Cia lança uma parceria com o Natal Luz dos Pinhais da cidade de Curitiba com o patrocínio do Banco do Brasil onde apresenta o clássico “O Quebra Nozes” nas Ruínas de São Francisco, que virou uma tradição da Curitiba Cia de Dança, 2020 além da pandemia a Cia não deixou de se apresentar, lançou em sistema Drive-in, sendo a única cia da América Latina em dançar o Clássico “O Quebra Nozes” para carros, 6 sessões lotadas na Pedreira Paulo Leminski, 2021 ainda na pandemia, a Cia volta as Ruínas de São Francisco, e circula em municípios paranaenses com a obra “O Quebra Nozes”. O ano de 2022 começou propício ao sucesso, com uma nova releitura do projeto Cirandas de 2018, agora com coreografias de Rosa Antuña, o balé passa a se chamar “Dançando Villa“. Em 2023 a Curitiba Cia de Dança apresenta “Dom Quixote”, dentro da programação dos 330 anos de Curitiba.

Leia também

Adhail Sprenger Passos ganha livro biográfico

Publicado em 27.02.2024
No ano do centenário de seu nascimento, registros de reportagens servem de fonte de pesquisa para resgatar a personalidade do homem público que fez história em Curitiba Em fevereiro, se estivesse vivo, Adhail Sprenger Passos completaria 100 anos. Mas faz 20 anos que faleceu e pelo menos metade desse tempo sua filha, Adalnice Passos Lima, […]

Da Aula Em Foco às Olimpíadas de Português (Philotimia)

Publicado em 13.12.2023
O segundo semestre de 2023 foi muito corrido por aqui! E deixamos de atualizar o site – que feio, ne? Mas, é sempre tempo de corrigir o que não foi feito a contento e trago algumas atualizações sobre nossos clientes queridos! Em julho começamos a trabalhar com a Aula em Foco, empresa especializada em desenvolvimento […]